“Quando a tecnologia quer, ela é revolucionária”, assegura Kauanny Ferreira, Estagiária de Planning da TOPDesk Brasil

Filha de pai engajado no ramo automobilístico, sempre achei que o meu futuro não estaria muito longe dos carros. No entanto, na primeira piscada à área da tecnologia, incentivada pelo projeto Girls In IT da DXC, não pude ignorar aquele batimento acelerado que revelou a minha verdadeira paixão. A iniciativa consistia na contratação de 11 jovens mulheres para serem inseridas no mercado de trabalho do campo tecnológico, garantindo todo o suporte e orientação necessários. O que posso dizer? Fui convertida!

No começo, me vi em um universo totalmente novo e desconhecido. Não sabia coisas que hoje considero básicas e ainda tinha que lidar com situações de presença masculina predominante. Ao invés de remoer as invariáveis dificuldades, fiz uso da velha e infalível técnica de fazer do limão uma limonada. O resultado? Uma avalanche de conhecimento e aprendizado, mas foi justamente isso que me fez gostar ainda mais desse caminho, a crescente expectativa do que um dia poderia conquistar.

A tecnologia é puro conhecimento e é revolucionária, e isso combina demais comigo. Seja pelo constante trabalho de pesquisa e inovação, seja através da descoberta de novos nichos a cada dia, as engrenagens desse carro informacional nunca param de funcionar. Ainda assim, o movimento nunca fica entediante, afinal as oportunidades de se encontrar, desvendar seu propósito, são infinitas, e isso é o que encanta.

Não me entenda mal, sempre irão ter etapas desagradáveis e vários ramos do campo tecnológico que eu particularmente não me identifiquei com, mas o simples contato com estes foi essencial para que pudesse descobrir o que está no cerne de uma carreira de sucesso em TI: a adaptação. Essa ciência se renova a cada dia, sempre temos melhorias, lançamentos e descobertas, por isso é necessário saber se adaptar bem e, além de tudo, entender as mudanças.

Não obstante, vale ressaltar que a tecnologia é revolucionária quando quer. A carreira na área infelizmente ainda é muito elitista e, como de praxe, misógina. No filme “Estrelas Além do Tempo” a tendência é clara: assim que se descobre que a pesquisa cientifica da NASA é lucrativa, as figuras masculinas capitalistas tentam se apoderar do protagonismo, mas, na verdade, na narrativa é o time das mulheres que foi imperioso às descobertas. Aos poucos, a realidade está se traduzindo à lógica do filme, de inclusão e investimento no feminino.

Hoje em dia, na empresa TOPdesk Brasil, na qual atualmente trabalho, tive a oportunidade de dar um passo em direção a essa revolução. Desde o fim da minha trajetória no projeto Girls In IT, meu sonho foi realizar uma iniciativa semelhante, mas sabia que para isso iria precisar de alguns anos de carreira na bagagem. Entretanto, a empresa onde trabalho atualmente já me deu essa oportunidade e confiança. Apesar de ser uma estagiária de Planning, estou liderando um projeto de inserção meninas de baiza renda no mercado de TI, cujo início deve ser ainda em 2021.

Em suma, minha trajetória foi e está sendo bem difícil, com muitos problemas pessoais e familiares no caminho, mas nunca pensei em desistir. Me encontrei na minha carreira, sou apaixonada pela minha faculdade, sendo sempre um prazer ao invés de uma obrigação acompanhar as aulas. Me alegro imensamente ao ver como meu trabalho afeta a vida das pessoas positivamente, ainda que através de apenas um clique, vídeo ou texto. E tomara que a minha história impacte a sua vida pelo menos um pouquinho para o bem!

Nessa carreira encontrei oportunidades, confiança, apoio e união entre nós, mulheres. Você sempre achará alguém disposto a te dar as mãos para que desvende seu próprio caminho!

Para saber mais sobre a Kauanny Ferreira, veja seu LinkedIn: https://www.linkedin.com/in/kauanny-silva/

Por: Juliana Ribeiro