“Talento é muito importante, mas esforço/dedicação também”, afirma Carmen Fuhrich, Diretora de Pesquisa e Desenvolvimento da HP

Escolhi a área de tecnologia porque desde a época do colégio sempre gostei muito de exatas. Ainda no ensino médio, existia o que chamamos de profissionalizante e eu escolhi Processamento de Dados. Dentro deste curso, aprendíamos lógica, programação e desenvolvimento de software. Identifiquei-me tanto com tudo aquilo que quando fui fazer faculdade, encontrei na PUC o curso de Análise de Sistemas, que eu achei interessante por ter conteúdo de Administração e de computação. Acreditei que além de eu poder atuar na área de TI, complementaria meu desenvolvimento de uma forma mais ampla, conhecendo negócios também.

Minha primeira experiência profissional foi ainda na faculdade. Trabalhei com um colega da universidade, em uma clínica de Radiologia, aqui em Porto Alegre. Fazíamos tudo que era relacionado a informática para a clínica, tentando automatizar o máximo possível e facilitar “a vida” de médicos, administradores e pacientes. Neste meio tempo, prestei concurso para a Procergs (Cia. de Processamento de Dados do Estado do Rio Grande do Sul), e surgiu uma outra oportunidade de trabalhar na Edisa. Após entrevista, fui selecionada, e entrei num dilema: largar ou não a Procergs. Decidi ir para a Edisa que, depois de alguns anos, foi comprada pela HP. Nela, ao longo do tempo, atuei como suporte técnico a clientes, consultora de serviços, gerente de projeto, e várias outras, que me deram uma boa bagagem de conhecimentos e experiências, além de promoções, e na sequência a oportunidade de assumir uma posição de liderança.

Estou na HP há 34 anos e, dentre os desafios que vivenciei e vivencio ainda hoje é me desenvolver e me manter atualizada. “Reinventar” é a palavra-chave que define a Tecnologia. E falando de desenvolvimento, um momento muito especial na minha carreira ocorreu quando fui indicada para fazer um curso em Stanford. Um programa que envolveu momentos presenciais em Stanford e muito trabalho remoto também. Me senti altamente reconhecida pelas minhas contribuições e motivada a contribuir ainda mais, pois a HP segue investindo e acreditando em mim.

A carreira de tecnologia é fascinante, está sempre evoluindo e traz inúmeras oportunidades. É sempre tudo lindo? Claro que não, as vezes temos que trabalhar 24 horas por 7 dias, em função da responsabilidade que temos, mas no final é gratificante.

A carreira de tecnologia para mulheres dentro da HP é cheia de oportunidades, mas independente de gênero, se você se dedica e quer aprender constantemente, tem growth mindset (mentalidade de crescimento), pode ter certeza que seus talentos serão desenvolvidos por meio de treinamento, estratégia, colaboração e networking. Você estará pronta para as chances que aparecerem no seu caminho.  Costumo dizer que temos que acreditar em nós e ter a coragem de superar os medos e obstáculos, pois nem sempre estaremos 100% prontos para assumir uma oportunidade que se apresenta. Mas estas chances aparecem em determinamos momentos na nossa vida, e temos que aproveitá-las, na hora!!

Medo de falhar, sim temos, e eu já tive muitas vezes, e posso dizer que às vezes sigo tendo, mas procuro me focar no que tenho que fazer para contribuir para o sucesso da HP e para minha realização profissional,  colocando ideias em prática, buscando novas formas de fazer as coisas, trabalhando de forma colaborativa com os times, reinventando. Não há uma promessa de sucesso, mas uma coisa é certa: estamos sempre aprimorando nossas habilidades e crescendo!

Tecnologia é algo necessário e está em constante expansão. É importante olhar o futuro e definir aonde você quer chegar. Procure dar sempre o seu melhor e não desista. Mesmo diante de todas as dificuldades pelo caminho, siga em frente atrás dos seus sonhos.

Uma última mensagem, escrita por Paulo Coelho: “Quando menos esperamos, a vida nos coloca um desafio para testar nossa coragem e disposição para mudar; em tal momento, não faz sentido fingir que nada aconteceu ou afirmar que ainda não estamos prontos. O desafio não vai esperar. A vida não olha para trás”.

Para saber mais sobre a Carmen Fuhrich, veja seu LinkedIn: https://www.linkedin.com/in/carmen-fuhrich-81619014/