“É uma carreira sem rotina, bastante desafiadora” comenta Paula Bastos, diretora de TI na empresa Tupperware Brands.

Para escolher me formar na área de Processamento de Dados pela PUC do Rio de Janeiro, tive um pouco de influência da minha mãe, que na época, trabalhava em um banco e sua função estava próxima à área de tecnologia, mas não era TI. O que realmente fez surgir meu interesse pela Tecnologia da Informação foi o fato que estudei em uma escola no Alto da Boa Vista, e passava em frente à IBM todos os dias. Eu pensava “quero trabalhar nessa empresa”. Pesquisei mais sobre, entendi que se tratava de tecnologia, e escolhi seguir esta carreira.

 

Hoje, ao ver os desafios que tive aos 16 anos para escolher uma faculdade de tecnologia, numa família sem esse conhecimento, vejo que foi bastante árduo. Atualmente, me orgulho de ver meus sobrinhos trilhando essa carreira e, de alguma forma, servir de inspiração para eles. Durante minha trajetória, considero especial destacar o fato de que meu marido, também da área de TI, e eu, decidimos nos mudar do Rio de Janeiro para São Paulo. Naquele momento, nossas carreiras aceleraram para chegar onde estamos. Não foi fácil, mas sou feliz nas minhas escolhas.

 

O lado positivo em trabalhar na área é poder fazer parte da transformação das empresas, ser o facilitador para que as coisas aconteçam. Ainda com alguns obstáculos, nós mulheres somos minoria, mas acredito que estamos conquistando nosso lugar.

 

O conselho que dou às meninas que desejam seguir este caminho é escolha o que faz mais sentido para você, seja infraestrutura, dados, sistemas, etc.

 

Estude, se dedique e esteja sempre pronta para novos desafios. Lembre-se não importa qual carreira seguir, escolha aquela que faz seu coração bater mais forte. Faça com paixão, com amor. O sucesso é consequência. Nunca se esqueça de ter um plano para onde quer chegar.

 

Para saber mais sobre a Paula Bastos, veja seu Linkedin:

https://www.linkedin.com/in/paula-bastos-a4442a12/