Equilíbrio: “soube fazer cada escolha da minha vida”, conta Valéria Soska, Diretora Geral da SAP Concur

“Equilíbrio” é uma boa palavra para definir minha carreira e vida. No começo é difícil reconhecer e conquistar isso, mas a balança da vida exige estabilidade, firmeza e autocontrole.

 

Eu sempre me identifiquei com as matérias de exatas e portanto fiz matemática com especialização em informática na Universidade Federal do Rio de Janeiro e logo já estava no meu primeiro estágio em programação.

 

Tive a oportunidade de conhecer vários lados da carreira de tecnologia. Fui analista de sistemas, consultora, CIO e finalmente vendas, o que me deu uma visão 360º dos desafios da indústria.

 

Ser mulher e trabalhar nessa área é uma experiência que só sabe quem vive. Mas devo confessar que tive um pouco de sorte também. Sempre encontrei mulheres inspiradoras nesta conciliação e chefes que entendiam a eterna divisão entre o trabalho e ser mãe.

 

Afinal, a tecnologia vira a sua vida. Pela própria característica da indústria, a inovação é uma lição eterna. É aprender que você precisa se reinventar o tempo todo e que somente assim que você sobe de degrau em degrau. É estar aberta ao aprendizado. E você começa a respirar isso e a busca por alguma coisa, que nem sempre sabemos o que é, acaba virando um estilo de vida. Ser mulher em tech é isso: é um estilo de vida.

 

Eu tenho orgulho das minhas escolhas. Tento administrar minha vida pessoal e minha carreira e tomo decisões de acordo com cada momento da minha vida. Me lembro que assim que voltei de licença maternidade, após dar a luz a gêmeos, resolvi  que seria melhor me afastar por um ano para me dedicar aos bebes. Quando fui falar com meu chefe (antes de começar meu discurso e defender minhas ideias), ele disse que precisava falar comigo também e me fez uma proposta de promoção. Não tive coragem de falar da minha ideia em me afastar e aceitei a proposta.

 

Foi difícil principalmente porque na época, não tinha tanta certeza sobre minha escolha, mas hoje eu sei que foi a melhor decisão que pude tomar para mim e meus filhos. Sou exemplo e motivo de orgulho para eles e nunca deixei de ser presente, administrando os dois papeis, escolhendo os momentos que deveria avançar e os momentos que deveria ir mais devagar.

 

Ser mulher é um desafio. Trabalhar com tecnologia também. Mas a recompensa é incrível! Não é justo se privar de ter a carreira que gostaria por causa de preconceito ou dificuldades que aparecem no caminho. É uma profissão gratificante e com equilíbrio você consegue conquistar tudo.