Não existe desenvolvimento na zona de conforto. Desafie-se sempre. Conheça Karin, Gerente de Desenvolvimento da SAP Brasil

Karin Lorena é Gerente de Desenvolvimento de Negócios na SAP Brasil e é especialista em adaptar-se a mudanças e lidar com o desconhecido.

Com interesse na área de tecnologia desde os 15 anos, Karin segue hoje uma carreira focada em resultados, usando suas habilidades de resolução de problemas e pensamento estratégico.

Formada em engenharia elétrica em uma universidade com estudantes na sua maioria homens, a executiva enfrentou diversos desafios para chegar a posição que ocupa hoje.

A pressão de ser a única mulher em momentos decisivos não a impediu de explorar todo o seu potencial e, inclusive, serviu de força para que Karin se destacasse em suas atividades.

Com grande experiência em outros países e áreas de atuação, a trajetória da executiva retrata bem como funciona o universo da mulher na tecnologia. Ela nos contou um pouco sobre sua trajetória, para inspirar outras meninas a seguirem seus passos. Confira a entrevista abaixo!

Qual é sua Formação Acadêmica? 

Sou formada em Engenharia Elétrica pela Escola Politécnica da USP. Depois da graduação fiz pós-graduação em Administração de Empresas na FGV.

Porque escolheu uma carreira na área técnica? Teve influência da família?

Para se ter uma ideia de contexto, quando comecei o meu primeiro estágio, a empresa não tinha computadores nos departamentos. Era um pool, que todos os funcionários se revezavam para utilizar por um tempo determinado.

Meu pai é Engenheiro Químico, trabalhou muitos anos em multinacionais desta área. Minha mãe é Professora de Inglês, trabalhou em escolas estaduais e foi professora de Literatura Inglesa em cursos de Universidades de Letras. Sempre recebi muito apoio em casa para escolher o curso que eu tivesse mais aptidão, eles sempre apoiaram as minhas decisões. Desde cedo gostava da área mais técnica. Fiz cursos de programação quando tinha 15 anos, em uma época em que isso era muito raro.

O que a fez se interessar pela área de tecnologia? 

Eu tinha afinidade com a área, sempre fui muito curiosa e adorava ver o efeito que as linhas de programação realizavam, seja para fazer rodar um objeto na tela ou ajudar a montar um banco de dados para alguém. Na época, muita coisa que temos hoje, parecia ficção científica.

Na sua visão, qual é o lado positivo de ter carreira em tecnologia? 

Em tecnologia, a gente aprende, desaprende e reaprende a vida toda. Essa é uma competência cada vez mais essencial. Não existe monotonia e não existe limite para o que se pode fazer.

Diga uma palavra que define a carreira em tecnologia 

Dinamismo.

Na sua visão, qual é o lado negativo ter carreira em tecnologia? 

Eu acho fundamental manter vínculo com as necessidades do mundo real, das pessoas a sua volta. A carreira em tecnologia pode tornar as pessoas míopes em relação a isso.

Como é a carreira em tecnologia para mulheres? 

Muitas empresas de tecnologia estão mais abertas a modelos de trabalho mais flexíveis, o que é uma vantagem para buscar mais equilíbrio entre vida pessoal e profissional. A velocidade de inovação é fascinante, esteja preparada para estar sempre aprendendo coisas novas.

O que diria para meninas em relação a seguir carreira em tecnologia? 

Não se deixe intimidar por ser a única mulher em uma reunião, seja resiliente, confie no seu potencial. Procure conhecer outras mulheres com carreira na área de seu interesse e busque mentores de carreira.

Algum fato curioso de sua carreira que gostaria de compartilhar? 

Tive a oportunidade de trabalhar na Alemanha em duas oportunidades. A primeira vez foi em 1999, em um projeto específico com duração de quatro meses. A segunda vez foi em 2003, por um período de dois anos e meio em Munique. Realmente foram muito impactantes no meu desenvolvimento pessoal e profissional.

O que há e/ou houve em sua trajetória que considera especial e que gostaria de compartilhar com as meninas para encantá-las?

Busque inspirações sempre: pessoas, palestras, projetos. Não fique remoendo os problemas, foque na solução.